Esportes, Italianidade

Italiano campeão

A comunidade italiana de São Paulo está em festa. Nesse domingo (4), o tenista italiano Fabio Fognini venceu o chileno Nicolas Jarry por 1-6; 6-1; 6-4, tornando-se o primeiro atleta peninsular a se sagrar campeão do Brasil Open (ATP de São Paulo), realizado no ginásio do Ibirapuera, na capital paulista.

Além do feito inédito, Fognini consegue quebrar um jejum de 15 anos sem conquistas de atletas italianos em eventos esportivos de relevo internacional realizados na cidade de São Paulo, a maior cidade italiana fora da Itália e que congrega uma legião de ítalo-descendentes.

A última vitória de um italiano na paulicéia aconteceu em 2003, quando o piloto de Formula Um, Giancarlo Fisichella, da equipe Jordan-Ford, conquistou o Grande Prêmio Brasil, em Interlagos.

De lá para cá, inúmeros atletas italianos competiram na cidade, nas mais diversas modalidades e em eventos de grande projeção, mas sempre bateram na trave para alcançar o lugar mais alto do pódio.

Antes do título de Fabio Fognini no ATP de São Paulo, os tenistas italianos haviam chegado a decisão do torneio de simples em três ocaisões. Em 2012, Filippo Volandri ficou com o vice-campeonato ao ser derrotado pelo espanhol Nicolas Almagro. Em 2014, Paolo Lorenzi foi superado pelo argentino Federico Delbonis. Em 2015, Luca Vanni ficou na segunda colocação ao perder para o uruguaio Pablo Cuevas. Nesse mesmo ano de 2015, na disputa do título de duplas, o italiano Paolo Lorenzi junto com o argentino Diego Schwartzman ficaram com a medalha de prata ao serem superados pela dupla colombiana Juan Sebastian Cabal e Robert Farah.

Feitos importantes

Ao longo do tempo, os esportistas italianos proporcionaram bons momentos aos ítalos-descendentes de São Paulo e marcaram seus nomes na história dos principais eventos esportivos promovidos na cidade, aos quais listamos aqui alguns desses feitos:

Em 1993, no ginásio do Ibirapuera, a seleção masculina de voleibol conquistou a medalha de bronze da Liga Mundial de Voleibol, ao vencer a seleção de Cuba por 3 sets a 0.

Em 1983, novamente tendo o ginásio do Ibirapuera como palco, a seleção de basquete adulto masculino da Itália ficou com a medalha de bronze da Copa dos Campeões Mundiais, ao vencer a Argentina.

Em 1978, o pedestrianista Luigi Zarcone foi o campeão da Corrida Internacional do Ibirapuera, realizada na pista de atletismo do Conjunto Constâncio Vaz Guimarães.

Em 1959, o ciclista Luigi Cussigh sagrou-se o campeão da Prova Ciclística 9 de Julho, principal e mais tradicional competição da modalidade no Brasil, realizada nas ruas de São Paulo. Ele foi o único italiano a conquistar tal feito, até hoje.

Em 1935, o pugilista italiano Primo Carnera enfrentou o norte-americando Sean Harris no ringue improvisado no extinto estádio da Chacará da Floresta, em São Paulo, a céu aberto, com mais de seis mil pessoas presentes para acompanhar o combate. Carnera venceu Harris, num dos maiores combates de pugilismo já registrados na capital paulista, até então.

O único atleta italiano a ganhar a tradicional Corrida de São Silvestre foi o pedestrianista Ettore Blasi, bicampeão da prova em 1927 e 1929. A primeira como atleta do Clube Espéria e a segunda defendendo o Palestra Itália (atual Sociedade Esportiva Palmeiras), ambas entidades esportivas da cidade fundadas pela comunidade italiana aqui presente.

O primeiro grande nome do esporte que agitou a comunidade italiana aqui de São Paulo foi o remador Marcellino Marcello, que praticou a modalidade entre 1904 a 1911, no rio Tietê. Sua paixão pelo esporte servia de inspiração a todos os italo-descendentes dos primeiros tempos da imigração. Chegou a ser presidente do Clube Espéria, antes de retornar para a Itália no início dos anos 20.

fognini-palmeiras-2

FORZA AZZURRI!!!

Anúncios
Padrão
Esportes, Italianidade

Verdão vence no NBB

A equipe de basquete  adulto masculino do Palmeiras superou o Goiânia pelo placar de 86 a 63, na noite de terça-feira (26), no ginásio do Palestra Itália, pelo Novo Basquete Brasil. Com a vitória o Verdão se manteve na zona de classificação aos playoffs, ocupando a 12º colocação, com 11 vitórias e 14 derrotas.

A equipe palmeirense formou e pontuou com: Maxi Stanic (18), Neto (16), Tiagão (11), Tyrone (7), Fabrício (10), Guto (5), Rodrigo (8), Marcão (5), Wiggins (2), Murilo (2), Igor (2), Cadu. Técnico: Betão

Com os pontos anotados nessa partida, o pivô Marcão chegou a marca de 1.001 pontos com a camisa alviverde. Quem também está perto de romper a marca dos mil pontos é o ala-pivô Tiagão, que possui 989 pontos. Já o armador Neto está bem próximo de outra marca importante. O jogador possui 98 jogos pelo Palmeiras e em breve alcançará a marca centenária.

O próximo jogo do Palmeiras acontece na quinta-feira (27) diante do Brasilia, às 20h, no ginásio do Palestra Itália, com entrada franca.

TENISTAS DO PALMEIRAS GANHAM PRÊMIO

A Federação Paulista de Tênis fará a premiação dos “Melhores do Ano 2013”.  Um dos eventos mais esperados e concorridos do tênis paulista acontecerá no próximo dia 28 de março, a partir das 19h30, no Salão Nobre do Esporte Clube Sírio, na capital paulista.

Além da entrega dos troféus dos melhores da temporada 2013, a festa irá comemorar os 90 anos de fundação da FPT, completados no dia 6 de março.

Dois são os atletas palmeirenses que receberão a premiação:

CATEGORIA SENIORS 35 ANOS MASCULINO “B”
FLAVIO DE ARAUJO GUERRA (SEP)

CATEGORIA 16 ANOS MASCULINO “C”
GUILHERME KOHAMA (SEP)

fim 2013 004

Flávio Guerra, tenista do Palmeiras, eleito melhor do ano.

ELEITA NOVA DIRETORIA DA ASIB

A nova diretoria da Associazione Stampa Italiana in Brasile (ASIB)  foi empossada nessa semana em São Paulo para o triênio 2014/2016, em assembléia geral realizada no dia 21 de fevereiro. Confira como ficou formada a direção executiva da entidade:

Ana Lucia Donnini – Presidente
Giuseppe Arnò – Vice-Presidente
Giuliana Giannessi (Maria Luisa) – Secretaria Geral
Pietro Petraglia – Presidente do Conselho Consultivo

Conselho Consultivo

Oduvaldo Donnini
Laura Capuzzo
Lorenzo Del Boca
Gianluca Amadori
Giuseppe Della Noce
Desiderio Peron
Giuseppe Lantermo
Enio Campoi
Luiz Carlos Secco
Antônio Carlos Spalletta
Carlos Masello
Giovanni Crisi
Daniela Coen
Alberto Fusco
Luciano Dellarole
Cesar Sassi
Fabio Galvão
Gilberto Gardesani
Ezio Maranesi
Daniela Missori
Enrico Blasi
Gladis Berlato
Emilio Camanzi
Sonia Maria Bettinelli
Andressa de Oliveira Boeira
Airton Gontow
Isabel Baggio
Miguel Angelo Gobbi
Ademir Arnon
Paulo França
Giancarlo Palmesi
Mauro Beal
Vera Caser
Paolo Carlucci

Conselho de Honra

Claudio Carsughi
Antonio Tofaneto
Mario Pati

Presidente Honorário 

Venceslao Soligo

In memoriam

Arnaldo Verri
Vittorio Desti
Edoardo Coen

Padrão