Esportes

Juve x Lusa

O clássico paulistano entre Juventus e Portuguesa de Desportos acontece na manhã de domingo (18), às 10h, no estádio Oswaldo Teixeira Duarte, no Canindé, pela décima terceira rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

O jogo é decisivo para ambos na luta contra o rebaixamento para a Série A-3. A Lusa é a décima segunda colocada com 11 pontos ganhos. O Juventus está em décimo terceiro com nove pontos conquistados, e só não ocupa a zona de descenso, devido aos critérios de desempate, pois tem uma vitória a mais que Batatais e Audax.

O confronto acontece pela quarta vez na história do Paulistão da Série A-2. A primeira delas ocorreu em 2013, no mesmo estádio do Canindé, quando a Lusa venceu o Moleque Travesso por 2 a 1. Em 2016, o Juventus venceu por 1 a 0 os lusitanos, em novo encontro realizado na casa rubro-verde. No ano passado, jogando na rua Javari, o Moleque Travesso obteve mais um triunfo ao vencer o seu rival por 3 a 1.

Em toda a história dos estaduais, juventinos e lusos jogaram 23 partidas no estádio Oswaldo Teixeira Duarte, com amplo domínio dos donos da casa. A lusa venceu 18 vezes, com três empates e apenas duas vitórias grenás.

Esses dois únicos triunfos juventinos aconteceram nos dias 23 de julho de 1958 e 3 de fevereiro de 2016. Confira as fichas técnicas dos jogos:

23/7/1958 Juventus 3×2 Portuguesa – Campeonato Paulista A-1
Juventus: Nenê (G), Donald, Cotia, Cássio, Clóvis, Pando, Buzzone, Zeola, Viana, Parobé, Lanza. Técnico: Libero Golinelli
Portuguesa: Carlos Alberto, Djalma Santos, Ditão, Jutis, Bauer, Odorico, Hermínio, Ipojucan, Alfeu, Ocimar e De Carlo. Técnico: Flávio Costa.
Gols: Buzzone, Zeola (2) (JUV); Herminio, Alfeu (POR)

3/2/2016 Juventus 1×0 Portuguesa – Campeonato Paulista A-2
Juventus: André Dias (G), Rafael Ferro, André Astorga, Diego Borges, Paulo Vitor (Renan Oliveira), Felipe Nunes, Derli, Adriano Paulista, Adiel (Elder Granja), Nathan, Léo Souza (Diogo Oliveira). Técnico: Rodrigo Santana
Portuguesa: Douglas; Digão, Talis, Ferdinando e Luan Peres; Renan Teixeira, Boquita (Diego Gonçalves), Moacir (Dionatan) e Matteus (Guilherme Schettine); Dominic e Milton Júnior. Técnico: Estevam Soares.
Gol: Adriano Paulista

Entre as partidas marcantes na história do confronto no estádio luso, destaque para o primeiro jogo em competição oficial da Portuguesa de Desportos como proprietária do Canindé. A partida aconteceu em 9 de dezembro de 1956. A Lusa venceu o Juventus pelo placar de 2 a 0, pelo Campeonato Paulista.

Eis a ficha do jogo:

Juventus 0x2 Portuguesa – Campeonato Paulista A-1
Juventus: Villera (G), Ditão, Diogenes, Ademar, Riogo, Bonfiglio, Zeola, Dorval, Orlando, Tito, Rodrigues. Técnico: Alfredo Gonzalez
Portuguesa: Cabeção, Hermínio, Floriano, Reinaldo, Julião, Zinho, Amaral, Ipojucan,Liminha, Edmur e Nelsinho. Técnico: Maurício Cardoso.
Gols: Liminha e Nelsinho (POR)

Uma das partidas inesquecíveis para a torcida juventina ocorrida no Canindé contra a Lusa foi no dia 18 de fevereiro de 1973. O time rubro-verde ostentava uma invencibilidade de 15 jogos e mais de um ano em seu estádio. A última derrota havia sido contra o Benfica-POR, por  3 a 1 no dia 9 de janeiro de 1972.

Perante cerca de cinco mil pessoas, o Moleque Travesso foi convidado pelos lusos para um amistoso de preparação nas vésperas da estreia do Campeonato Paulista. Num clima nada “amistoso”, Milton Buzzetto armou a sua tradicional retranca e brecou o poderoso ataque lusitano.

Aos cinco minutos do segundo tempo, após um bate-rebate na área da Lusa, a bola sobrou para o lateral-direito juventino Chiquinho, que quase na marca do pênalti, fuzilou para as redes de Miguel, marcando o gol da vitória juventina e a quebra da invencibilidade. Dez minutos depois, Dicá e Chiquinho foram expulsos de campo, pelo árbitro Almir Ricci Peixoto Laguna, após desentendimento.

Confira a ficha dessa partida:

Juventus 1×0 Portuguesa – Amistoso
Juventus: Bernardino (G), Chiquinho, Paulo, Oscar, Deodoro, Maurinho, Brida, Luis Antonio (Tadeu), Adinan, Vanderley (Tanese), Ziza. Tecnico: Milton Buzzetto
Portuguesa: Miguel (G), Cardoso,Calegari, Isidoro, Santos (Raimundo), Badeco, Dicá, Xaxá, Tatá (Maurício), Basílio e Da Costa. Técnico: Cilinho
Gol: Chiquinho (JUV)

Confrontos no Canindé em Paulistas da Série A-1 e A-2:

Jogos: 23
Vitórias Juventus: 02
Empates: 03
Vitórias Lusa: 18

Confrontos Gerais em Paulistas da Série A-1 e A-2:

Jogos: 122
Vitórias Juventus: 27
Empates: 30
Vitórias Lusa: 65

Torcidas

Com a implementação de torcida única nos clássicos  pelo Ministério Público do Estado de São Paulo e a Secretaria de Segurança Pública a partir de abril de 2016, após confronto entre integrantes das torcidas Mancha Alvi Verde, do Palmeiras, e Gaviões da Fiel, do Corinthians, que deixou dezenas de feridos e um morto, Juventus e Portuguesa é um dos poucos clássicos da cidade que ainda admitem torcida “mista”.

Juventus contra Nacional também ainda não há restrição pelas autoridades, assim como os confrontos que lusos e juventinos travam contra o trio de ferro da capital paulista (Palmeiras, Corinthians e São Paulo) e o Santos.

Herói luso e grená

O atual técnico do Juventus Alex Alves, quando atuava como atacante, foi o grande herói da Portuguesa de Desportos em 2006 quando livrou o time do rebaixamento para a Série C do Brasileiro, ao marcar de pênalti nos minutos finais, o gol que garantiu a vitória da Lusa, por 3 a 2, sobre o Sport Recife na Ilha do Retiro e evitou a queda rubro-verde, naquela ocasião.

Como atleta da Lusa, fez 61 jogos e marcou 32 gols. Em 2015, assumiu como técnico da equipe sub-17 da Portuguesa.

No Juventus, Alex Alves iniciou a sua carreira de jogador profissional em 1996 e a encerrou em 2010 na Mooca. Ele se tornou o primeiro artilheiro da história do clube no Campeonato Paulista da Série A-1, em 2002, ao anotar 17 gols no torneio. No total o atacante fez 103 jogos e 52 gols com a camisa grená.

Defendendo o Juventus como atleta e agora como treinador profissional, essa será a primeira vez que Alex Alves enfrenta a Portuguesa de Desportos.

alex alves

Alex Alves, técnico do Juventus, fez história nos dois clubes

Anúncios
Padrão
Esportes

Juventus x Lusa

O clássico paulistano entre Juventus e Portuguesa de Desportos é a partida mais aguardada pelos juventinos nessa temporada. O jogo acontece no estádio do Canindé, na quarta-feira, dia 3 de fevereiro, às 20h, válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

No fim de semana, o time de Mooca venceu a Penapolense na estreia do estadual por 1 a 0, na Javari. Os lusos ficaram no empate em 0 a 0 contra o Barretos, fora de casa.

Esse tradicional confronto acontece pela segunda vez na história do Paulistão da Série A-2. Em 2013, no mesmo estádio do Canindé, a Lusa venceu o Moleque Travesso por 2 a 1.

Em toda a história dos estaduais, juventinos e lusos jogaram 22 partidas no estádio Oswaldo Teixeira Duarte, com amplo domínio dos donos da casa. A lusa venceu 18 vezes, com três empates e apenas uma vitória grená.

Esse único triunfo juventino aconteceu no dia 23 de julho de 1958. Confira ficha técnica do jogo:

Juventus 3×2 Portuguesa – Campeonato Paulista
Juventus: Nenê (G), Donald, Cotia, Cássio, Clóvis, Pando, Buzzone, Zeola, Viana, Parobé, Lanza. Técnico: Libero Golinelli
Portuguesa: Carlos Alberto, Djalma Santos, Ditão, Jutis, Bauer, Odorico, Hermínio, Ipojucan, Alfeu, Ocimar e De Carlo. Técnico: Flávio Costa.
Gols: Buzzone, Zeola (2) (JUV); Herminio, Alfeu (POR)

Entre as partidas marcantes na história do confronto no estádio luso, destaque para o primeiro jogo em competição oficial da Portuguesa de Desportos como proprietária do Canindé. A partida aconteceu em 9 de dezembro de 1956. A Lusa venceu o Juventus pelo placar de 2 a 0, pelo Campeonato Paulista.

Eis a ficha do jogo:

Juventus 0x2 Portuguesa – Campeonato Paulista
Juventus: Villera (G), Ditão, Diogenes, Ademar, Riogo, Bonfiglio, Zeola, Dorval, Orlando, Tito, Rodrigues. Técnico: Alfredo Gonzalez
Portuguesa: Cabeção, Hermínio, Floriano, Reinaldo, Julião, Zinho, Amaral, Ipojucan,Liminha, Edmur e Nelsinho. Técnico: Maurício Cardoso.
Gols: Liminha e Nelsinho (POR)

Uma das partidas inesquecíveis para a torcida juventina ocorridas no Canindé contra a Lusa foi no dia 18 de fevereiro de 1973. O time rubro-verde ostentava uma invencibilidade de 15 jogos e mais de um ano em seu estádio. A última derrota havia sido contra o Benfica-POR, por  3 a 1 no dia 9 de janeiro de 1972.

Perante cerca de cinco mil pessoas, o Moleque Travesso foi convidado pelos lusos para um amistoso de preparação nas vésperas da estreia do Campeonato Paulista. Num clima nada “amistoso”, Milton Buzzetto armou a sua tradicional retranca e brecou o poderoso ataque lusitano.

Aos cinco minutos do segundo tempo, após um bate-rebate na área da Lusa, a bola sobrou para o lateral-direito juventino Chiquinho, que quase na marca do pênalti, fuzilou para as redes de Miguel, marcando o gol da vitória juventina e a quebra da invencibilidade. Dez minutos depois, Dicá e Chiquinho foram expulsos de campo, pelo árbitro Almir Ricci Peixoto Laguna, após desentendimento.

Confira a ficha dessa partida:

Juventus 1×0 Portuguesa – Amistoso
Juventus: Bernardino (G), Chiquinho, Paulo, Oscar, Deodoro, Maurinho, Brida, Luis Antonio (Tadeu), Adinan, Vanderley (Tanese), Ziza. Tecnico: Milton Buzzetto
Portuguesa: Miguel (G), Cardoso,Calegari, Isidoro, Santos (Raimundo), Badeco, Dicá, Xaxá, Tatá (Maurício), Basílio e Da Costa. Técnico: Cilinho
Gol: Chiquinho (JUV)

Considerando jogos oficiais e amistosos, a última vitória juventina no estádio do Canindé aconteceu em 19 de novembro de 1981, em um amistoso, onde o Moleque Travesso bateu os donos da casa pelo placar de 2 a 0.

Confrontos no Canindé em Paulistas da Série A-1 e A-2:

Jogos: 22
Vitórias: 01
Empates: 03
Derrotas: 18

Confrontos Gerais em Paulistas da Série A-1 e A-2:

Jogos: 120
Vitórias: 25
Empates: 30
Derrotas: 65

Alguns dos Atletas que defenderam as duas camisas:

Alex Alves – atacante
Nome Completo: Alexandro Alves Ferreira
Grande herói da Portuguesa em 2006 quando livrou o time do rebaixamento para a Série C do Brasileiro. No Juventus, se tornou o primeiro artilheiro da história do clube no Campeonato Paulista da Série A-1, em 2002.

Caxambu – goleiro
Nome Completo: Helio Geraldo Caxambu
Foi um dos primeiros grandes goleiros da história da Lusa, atuando por 129 jogos. Encerrou a sua gloriosa carreira defendendo o Juventus. Foi o fundador e idealizador dos Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (SAPESP).

Deodoro – zagueiro
Nome Completo: Deodoro José de Almeida Leite
Começou a carreira de jogador na Lusa. É o recordista  de jogos oficiais com a camisa juventina em Campeonato Paulista com 356 partidas disputadas.

Ditão – zagueiro
Nome Completo: Geraldo Freitas do Nascimento
Iniciou a carreira no Juventus em 1955, onde ficou até o fim de 1958. Transferiu-se para a Lusa onde fez 402 jogos e marcou 12 gols.

Johnson – atacante
Nome Completo: Johnson Monteiro Pinto Macaba
O centroavante de origem angolana ganhou destaque na campanha juventina no Campeonato Paulista da Série A-2 em 2005, quando o Moleque Travesso sagrou-se campeão, voltando para a elite do Estadual. Pela Lusa fez 34 jogos e marcou 7 gols.

Julinho Botelho – atacante
Nome Completo: Julio Botelho
Revelado para o futebol profissional no Juventus, Julinho ganhou fama de craque atuando pela Lusa. Com a camisa rubro-verde fez 182 jogos e marcou 90 gols, sendo figura de destaque no título lusitano do Torneio Rio São Paulo nos anos 50.

Oswaldinho – atacante
Nome Completo: Oswaldo Buzzoni
Formado nas categorias de base do Juventus era um goleador. Pela Lusa fez 100 jogos e marcou 38 gols.

Pinga I – atacante
Nome Completo: José Lazaro Robles
Mais um craque que iniciou no futebol nas fileiras juventinas. Tornou-se o maior artilheiro da história da Portuguesa de Desportos atuando em 270 jogos e anotando 202 gols.

Pinga II – atacante
Nome Completo: Arnaldo Robles
Seguiu os mesmos passos do seu irmão José Lazaro Robles. Começou no Juventus e pela Lusa fez 97 jogos e marcou 35 gols.

Renato – meia
Nome Completo: Renato Violani
Meia armador de grande qualidade, marcou época no Juventus e imortalizou-se numa das linhas ofensivas mais lembradas na história lusitana nos anos 50. Com a camisa da Portuguesa fez 306 jogos e marcou 112 gols.

Leiz – zagueiro
Nome Completo: Leiz Antônio Mendes da Cunha
Profissionalizou-se no Clube Atlético Juventus no fim dos anos 70 e foi apontado como um dos maiores jogadores da sua posição. Transferiu-se para a Portuguesa onde ganhou projeção a ponto de defender a seleção brasileira

Felix – goleiro
Nome Completo: Félix Miéli Venerando
Começou nas categorias de base do Juventus. Rapidamente, chamou a atenção dos dirigentes da Lusa que o contrataram ainda garoto. Foi o goleiro campeão do mundo com a seleção brasileira em 1970.

Candinho – técnico
Nome Completo: José Candido Sotto Maior
Foi Campeão Brasileiro da Série B pelo Juventus em 1983.  Em 1996 levou a Lusa ao vice-campeonato brasileiro, na melhor campanha lusitana de sua história.

Edu Marangon – técnico
Nome Completo: Carlos Eduardo Marangon
Iniciou sua carreira de jogador na Lusa nos anos 80, sendo vice-campeão paulista em 1985. Passou por diversos clubes e ao encerrar a carreira, dedicou-se a ser técnico. No comando do Juventus, conduziu o time da Mooca ao título do Campeonato Paulista da Série A-2 em 2015.

Confira dois vídeos marcantes da história desse clássico:

Juventus 3×2 Portuguesa – Campeonato Paulista 2008

https://www.youtube.com/watch?v=9qQ1EXkX4NU

Juventus 1×2 Portuguesa – Campeonato Paulista A-2 2013

https://www.youtube.com/watch?v=r7A65FAdj1A

juve

FORZA JUVE!!!

Padrão
Esportes

História do Campeonato Paulista – Rádio Gazeta AM

A história do Campeonato Paulista através dos seus campeões. Cinco programas especiais veiculados pela Rádio Gazeta AM, onde demos a nossa colaboração. Agradeço a todos por mais essa oportunidade, em especial as jornalistas Renata Camara e Regiane Ritter. Muito Obrigado!

Confira os cinco capítulos nos links abaixos:

Corinthians

http://www.gazetaam.com/especial-campeonato-paulista-1/

Palmeiras

http://www.gazetaam.com/campeonato-paulista-2/

São Paulo

http://www.gazetaam.com/campeonato-paulista-3/

Santos

http://www.gazetaam.com/campeonato-paulista-4/

Portuguesa de Desportos e Demais Campeões

http://www.gazetaam.com/campeonato-paulista-5/

untitled

Padrão