Esportes

Juventinos nos grandes

O Clube Atlético Juventus sempre se caracterizou por ter times de futebol formados em suas fileiras com jovens talentos provenientes das categorias de base e jogadores veteranos. Essa mescla proporcionou que diversos atletas consagrados e com passagens importantes nos chamados clubes grandes da capital paulista viessem a vestir a gloriosa camisa grená, em algum momento da história.

No atual elenco, essa tradição grená está representada através o meia Adiel (ex-Santos) e do atacante Gil (ex-Corinthians). Jogadores experientes, com qualidade técnica, e que são referências para a equipe e torcida.

Ambos foram fundamentais na campanha do acesso à Série A-2 do Paulistão no ano passado e permanecem na Mooca nessa temporada.

Adiel estreou no Juventus em 4 de fevereiro de 2015. Fez 25 jogos e marcou 4 gols. Gil vestiu a camisa grená pela primeira vez em 8 de fevereiro de 2015, disputando 21 partidas e anotando 8 gols.

Confira 10 grandes atletas juventinos ao longo da história que também vestiram a camisa de Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos:

SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS

Oberdan Cattani
Nome Completo: Oberdan Cattani
Posição: Goleiro
Jogos: 23

Julinho Botelho
Nome Completo: Julio Botelho
Posição: Atacante
Jogos: 21
Gols: 2

Rodrigues Tatu
Nome Completo: Francisco Rodrigues
Posição: Atacante
Jogos: 44
Gols: 15

Buzzone
Nome Completo: Wilson Buzzone
Posição: Atacante
Jogos: 78
Gols: 41

Marcelo
Nome Completo: Marcelo Moreira
Posição: Goleiro
Jogos: 74

Sérgio Soares
Nome Completo: Sérgio Soares
Posição: Meio-Campo
Jogos: 186
Gols: 12

Fernando Diniz
Nome Completo: Fernando Diniz Silva
Posição: Meia
Jogos: 80
Gols: 6

Betinho
Nome Completo: Gilberto Carlos Nascimento
Posição: Meia
Jogos: 112
Gols: 28

Milton Buzetto
Nome Completo: Milton Buzetto
Posição: Zagueiro
Jogos: 166
Gols: nenhum

Oswaldinho
Nome Completo: Oswaldo Buzzoni
Posição: Atacante
Jogos: 113
Gols: 41

SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA

Baltazar
Nome Completo: Oswaldo Silva
Posição: Atacante
Jogos: 1
Gols: nenhum

Teleco
Nome Completo: Uriel Fernandes
Posição: Atacante
Jogos: 7
Gols: 4

Luizinho Pequeno Polegar
Nome Completo: Luiz Trochillo
Posição: Meia-Atacante
Jogos: 61
Gols: 9

Carbone
Nome Completo: Rodolpho Carbone
Posição: Atacante
Jogos: 82
Gols: 32

Viola
Nome Completo: Paulo Sérgio Rosa
Posição: Atacante
Jogos: 4
Gols: 1

Milani
Nome Completo: Mário Milani
Posição: Atacante
Jogos: 38
Gols: 13

Geraldão
Nome Completo: Geraldo da Silva
Posição: Atacante
Jogos: 75
Gols: 20

Clovis Nori
Nome Completo: Clovis Nori
Posição: Volante
Jogos: 276
Gols: nenhum

Vampeta
Nome Completo: Marcos André Batista Santos
Posição: Meio-Campo
Jogos: 13 jogos
Gols: nenhum

Ataliba
Nome Completo: Edson Ataliba Candido
Posição: Atacante
Jogos: 164
Gols: 62

SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE

Zeola
Nome Completo: Agostinho Zeola
Posição: Atacante
Jogos: 155
Gols: 55

Hércules
Nome Completo: Hércules Miranda
Posição: Atacante
Jogos: 14
Gols: 8

Lanzoninho
Nome Completo: João Lanzone Neto
Posição: Atacante
Jogos: 29
Gols: 11

Vizolli
Nome Completo: Marcos Cesar Vizolli
Posição: Volante
Jogos: 9
Gols: nenhum

Vitor
Nome Completo: Vitor Ratautas
Posição: Zagueiro
Jogos: 67
Gols: 4

Vitor
Nome Completo: Claudemir Vitor
Posição: Lateral
Jogos: 8
Gols: nenhum

Diogenes
Nome Completo: Diógenes José da Silva
Posição: Lateral
Jogos: 149
Gols: nenhum

Osmar
Nome Completo: Osmar Rodrigues
Posição: Lateral
Jogos:  42
Gols: 1

Barbirotto
Nome Completo: Antonio Barbirotto Junior
Posição: Goleiro
Jogos: 149

Adriano
Nome Completo: Adriano Gerlin da Silva
Posição: Meia
Jogos: 15
Gols: nenhum

SANTOS FUTEBOL CLUBE

Negri
Nome Completo: Juan José Negri
Posição: Meia
Jogos: 14
Gols: 5

Nildo
Nome Completo: Ivanildo Alves de Souza
Posição: Zagueiro
Jogos:  110
Gols: 6

Marcio Griggio
Nome Completo: Marcio Griggio
Posição: Meia
Jogos: 119
Gols: 22

Lima
Nome Completo: Antônio Lima dos Santos
Posição: Meio-Campo
Jogos: 69
Gols: 3

Deodoro
Nome Completo: Deodoro José de Almeida Leite
Posição: Lateral
Jogos: 356
Gols: 15

Wellington Paulista
Nome Completo: Wellington Pereira do Nascimento
Posição: Atacante
Jogos: 32
Gols: 11

Nelsinho Baptista
Nome Completo: Nelson Baptista Júnior
Posição: Lateral
Jogos: 151
Gols: 1

Brecha
Nome Completo: Moacir Bernardes Brida
Posição: Meia
Jogos: 88
Gols: 18

Anderson Lima
Nome Completo: Anderson Lima Veiga
Posição: Lateral
Jogos: 123
Gols: 7

Menotti
Nome Completo: César Luis Menotti
Posição: Atacante
Jogos:  8
Gols: 2

*** Numeros de jogos e gols apenas das partidas efetuadas pelo Juventus em Campeonatos Paulistas da Seria A-1, A-2 e A-3.

*** Vitor, lateral-direito, é a única exceção, pois não disputou o Campeonato Paulista pelo Juventus. Seus números de jogos correspondem a participação na Copa Paulista de Futebol.

baltazar

Baltazar um dos maiores artilheiros do Corinthians

julinho

 Julinho Botelho foi ídolo no Palmeiras formado no Juventus

vitor

Vitor foi campeão da Libertadores no Tricolor

menotti

Menotti foi campeão paulista no Peixe

juve

Anúncios
Padrão
Esportes

Juventus na Série A-2

Em 2016 será a décima primeira vez que o Juventus disputa o Campeonato Paulista da Divisão de Acesso (hoje denominado Série A-2). A primeira participação do Moleque Travesso aconteceu em 1928 e de lá para cá, a equipe avinhada foi campeã em 1929 e 2005 e vice-campeã em 1994.

Na edição de 1994 o atacante juventino Cuca terminou como o artilheiro do torneio, sendo a única vez que um jogador do time da Mooca conquistou tal feito na disputa.

O Juventus faz a sua estreia no torneio no dia 31 de janeiro, um domingo, contra a Penapolense no estádio Conde Rodolfo Crespi, no bairro da Mooca.

A fanática torcida grená sonha com o acesso à elite do Estadual, onde o Juventus está afastado desde 2008, amargando seu maior calvário sem participações na série principal do futebol paulista de toda a sua gloriosa história.

O clássico contra a Portuguesa de Desportos é a partida mais aguardada pelos juventinos nessa temporada. O jogo está previsto para o estádio do Canindé, no dia 3 de fevereiro, válido pela segunda rodada.

Esse tradicional confronto acontece pela segunda vez na história do Paulistão da Série A-2. Em 2013, no mesmo estádio do Canindé, a Lusa venceu o Moleque Travesso por 2 a 1.

O meia atacante Rafael Branco é o único atleta juventino do atual elenco que disputou a Série A-2 pelo clube em 2013.

O técnico Rodrigo Santana permanece no comando do time. Boa parte dos jogadores que estavam no ano passado seguem no Juventus, entre eles: André Dias e Rafael (goleiros), Astorga, Victor Salinas e Borges (zagueiros), Derli e Fellipe Nunes (volantes), Ferro (lateral), Adiel (meia) e Santiago (atacante). Além deles, os atacantes Gil e Nathan, também defenderão a camisa juventina.

O departamento de futebol profissional também confirmou a contratação de outros quatros jogadores. Itacaré (atacante/ex-Serrano–BA), Murilo Silva (lateral-direito/ex-Novo Hamburgo-RS), Adriano Paulista (meia/ex-Volta Redonda-RJ) e Diogo Oliveira (volante/ex-Operário-PR).

Confira os jogos do Juventus na competição:

Data Jogo Local
31/1 Juventus x Penapolense Rua Javari
3/2 Juventus x Portuguesa Canindé
6/2 Juventus x Velo Clube Rua Javari
10/2 Juventus x Monte Azul Monte Azul
14/2 Juventus x Rio Branco de Americana Rua Javari
17/2 Juventus x Batatais Batatais
21/2 Juventus x Independente de Limeira Limeira
24/2 Juventus x Santo André Rua Javari
28/2 Juventus x Atlético Sorocaba Sorocaba
2/3 Juventus x São Caetano Rua Javari
6/3 Juventus x Mirassol Rua Javari
9/3 Juventus x Barretos Barretos
13/3 Juventus x Marília Rua Javari
16/3 Juventus x Paulista de Jundiaí Jundiaí
20/3 Juventus x Taubaté Rua Javari
23/3 Juventus x Guarani de Campinas Campinas
27/3 Juventus x Votuporanguense Votuporanga
30/3 Juventus x União Barbarense Rua Javari
3/4 Juventus x Bragantino Bragança

Números Gerais do Juventus no Paulista A-2

Jogos: 228
Vitórias: 102
Empates: 50
Derrotas: 76
Gols Pró: 385
Gols Contra: 318
Maior goleada a favor: 30/4/2005 Juventus 8×1 Matonense
Maior goleada sofrida: 31/3/2013 Juventus 0x7 Comercial de Ribeirão Preto

Retrospecto dos Confrontos

Portuguesa de Desportos
Jogos: 120
Vitórias: 25
Empates: 30
Derrotas: 65

Guarani de Campinas
Jogos: 91
Vitórias: 26
Empates: 15
Derrotas: 50

Bragantino
Jogos: 22
Vitórias: 07
Empates: 03
Derrotas: 12

Santo André
Jogos: 32
Vitórias: 10
Empates: 8
Derrotas: 14

Marília
Jogos: 40
Vitórias: 20
Empates: 09
Derrotas: 11

Paulista de Jundiaí
Jogos: 24
Vitórias: 06
Empates: 09
Derrotas: 09
*** Nos anos 2000 o Paulista também denominou-se Etti Jundiaí

São Caetano
Jogos: 10
Vitórias: 02
Empates: 01
Derrotas: 07

Rio Branco de Americana
Jogos: 18
Vitórias: 05
Empates: 05
Derrotas: 08

Taubaté
Jogos: 34
Vitórias: 15
Empates: 12
Derrotas: 07

Atlético Sorocaba
Jogos: 02
Vitórias: 01
Empates: 0
Derrotas: 01

União Barbarense
Jogos: 04
Vitórias: 03
Empates: 01
Derrotas: 0

Batatais
Jogos: 02
Vitórias: 01
Empates: 01
Derrotas: 0

Monte Azul
Jogos: 02
Vitórias: 0
Empates: 0
Derrotas: 02

Velo Clube
Jogos: 05
Vitórias: 03
Empates: 01
Derrotas: 01

Independente de Limeira
Jogos: 02
Vitórias: 0
Empates: 01
Derrotas: 01

Penapolense
Jogos: 03
Vitórias: 0
Empates: 03
Derrotas: 0

Votuporanguense
Jogos: 04
Vitórias: 02
Empates: 0
Derrotas: 02

Barretos
Jogos: 02
Vitórias: 01
Empates: 01
Derrotas: 0

Mirassol
Jogos: 05
Vitórias: 01
Empates: 02
Derrotas: 02

*** Números em confrontos válidos apenas em Campeonatos Paulistas das Séries A-1, A-2 e A-3

juve

FORZA JUVE!!!

Padrão
Esportes

90 Anos de Travessuras

O Clube Atlético Juventus comemora no próximo dia 20 de abril seu 90º Aniversário de Fundação. Para toda coletividade grená, a minha singela homenagem para esse clube de tantas Glórias e Tradição!  PARABÉNS MOLEQUE TRAVESSO!

CONCURSO CULTURAL >>> Em comemoração ao aniversário do Juventus vamos dar um presente especial ao torcedor juventino. Deixe aqui nos comentários desse post quem foi para você o seu maior ídolo juventino, ou uma história ou momento referente ao Juventus junto com seu email até o dia 20 de abril. 

Farei a seleção dos comentários e apenas 1 dos concorrentes que postarem seu comentário receberá um brinde especial do autor desse blog. PARTICIPE!

juventus valente

HISTÓRIA GRENÁ

Os empregados do Cotoníficio Rodolfo Crespi desejavam fundar uma instituição esportiva única que representasse a empresa como um todo, onde pudessem praticar esportes e recreação. Incentivados pelos altos paredros da família Crespi este desejo, enfim, se realizou.

Em 4 de maio de 1924 ocorreu a fusão entre duas das principais equipes originárias do Cotoníficio: Extra São Paulo F.C. e Cavalheiro Crespi F.C dando origem ao Cotoníficio Rodolfo Crespi Futebol Clube.

Decidiu-se por manter as cores do Extra São Paulo – vermelho, preto e branco – como sendo as oficiais da nova agremiação, aproveitando deste clube a maioria dos jogadores que já gozavam de certo prestígio nos “campinhos do bairro”.

Em contrapartida, o Cavalheiro Crespi F.C. cedeu a sua sede social – localizada na Rua dos Trilhos, nº 42 (antigo) – e sua força organizativa na figura de Vicente Romano e Manoel Vieira de Souza, que provisoriamente, até que os estatutos fossem redigidos, exerceram a função de presidente e vice-presidente, respectivamente, preservando como data símbólica de fundação do clube o dia 20/04/1924.

Esta benéfica união entre os dois clubes, não apenas trouxe um progresso esportivo, mas revestiu-se de um importante acontecimento para o bairro da Mooca e seus moradores, que ganharam um clube progressista e pujante obstinado a elevar o nome deste tradicional bairro de São Paulo através das mais diversas atividades sociais e desportivas, enchendo de orgulho a sua gente.

conde rodolfo crespi

Cavalheiro Conde Rodolfo Crespi patrono da fundação

MOLEQUE TRAVESSO

O insuperável jornalista, escritor e historiador Tomas Mazzoni do jornal “A Gazeta Esportiva”, dentre as suas tantas contribuições para o engrandecimento do esporte, primava pela criação dos chamados títulos honoríficos, popularmente conhecido como apelidos.

Mazzoni criou – GLORIOSO , para o Paulistano – VETERANO para o Internacional – PERIQUITO para o Palestra Itália – MOSQUETEIRO para o Corinthians – BUGRE para Guarani de Campinas – NHÔ-QUIN para o XV de Piracicaba – MACACA para Ponte Preta – VOVÔ DA COLINA HISTÓRICA, para o Ipiranga e assim por diante.

O C.A. Juventus como sendo o mais novo integrante da divisão principal da APEA em 1930 e participante pela primeira vez do Campeonato Paulista, foi batizado por Mazzoni com o carinhoso título de – O GAROTO.

Uma tarde gloriosa, entretanto, marcou para todo sempre a iluminada trajetória do C.A. Juventus.

No dia 07/03/1937, em partida válida pelo Campeonato Paulista de 1936, no “Campinho da Rua Javari”, como assim era chamado, com suas dependências lotadas, o time da Mooca quebrou uma invencibilidade de 35 jogos sustentada pelo Corinthians ao vencê-lo por 4 x 2. Setalli, o goleiro juventino na ocasião, foi um herói defendendo uma penalidade máxima quando o C.A. Juventus vencia a partida por 1 a 0, inspirando os seus companheiros a tão brilhante vitória.

O onze juventino esteve como nunca se viu. Os jogadores foram leões. Os mais fanáticos comparavam aquela atuação às míticas partidas realizadas pela máquina juventina de 32.

Registros da época dão conta de que esta foi a maior atuação de toda história do C.A.Juventus, até então, em campos paulistas.

A mística do “Campinho” foi posta a prova e o imbatível alvi-negro caiu diante do time grená.

Fruto deste inesquecível episódio, o “Garoto” transformou-se no “MOLEQUE TRAVESSO” como assim passou a ser conhecido o C.A. Juventus, batizado novamente pelo jornalista Tomas Mazzoni em sua coluna esportiva, devido a esta travessura aplicada pelos grenás sobre os alvi-negros.

A partir de então, como nas histórias do mítico personagem inglês Robin Hood, o Moleque Travesso sempre manteve uma escrita: ganhar dos “grandes” e perder para os “pequenos”, fazendo valer o seu novo apelido, que perpetua-se carinhosamente entre os seus torcedores, até os dias atuais.

A equipe avinhada, nesta célebre partida frente ao time do Parque São Jorge, jogou com a seguinte formação: Setalli (G), Bororó, Tito, Joãozinho, Dudu, Paulo, Sabratti, Nico, Raphael, Joffre, Zalli. Técnico: Raphael Liguori. Os gols juventinos foram marcados por Joffre, Sabratti, Raphael, Nico.

O Corinthians jogou e perdeu com: José (G), Jahú, Carlos, Brito, Brandão, Munhoz, Lopes, Carlito, Teleco, Ratto, Griffo. Os gols corinthianos foram marcados por Carlito (2).

charge_juv-x-corinthianssordi quebra leonidas_1944

Juventus não dá moleza para ninguém! Esse Moleque é força mesmo!

RUA JAVARI

“Há longo tempo os empregados do Cotoníficio Crespi desejavam fundar uma instituição esportiva onde pudessem praticar esportes e este desejo se realizou. Fundou-se há pouco tempo o Cotoníficio Rodolfo Crespi Futebol Clube. A partir deste ano essa agremiação entrará em uma fase de progresso, pois o senhor Rodolfo Crespi cedeu-lhes um bom terreno que com benfeitorias que nele estão sendo feitas, em breve se tornará uma bela praça de esportes.

O campo de futebol acha-se devidamente marcado e cercado, havendo a possibilidade da construção de uma pequena tribuna.”

Eis que assim, a partir de 1925, o clube da Mooca edificou a sua praça esportiva. Orgulho de todos! Palco de emoções, craques, lances mágicos, alegrias e celebração. O estádio Conde Rodolfo Crespi. Ou simples Rua Javari. O fortim Grená! Um templo onde o futebol resiste.

A_Juv4-2Nac_Gol4_Juv

 Aspecto do estádio juventino que mantém arquitetura dos anos 40

TÍTULOS

Internacionais

Torneio do Japão – 1974
(Juventus 2 x 0 Seleção do Japão)

Nacionais

Campeonato Brasileiro (Série B) – 1983
(04/05/83 – Juventus 1 x 0 CSA-AL)

**** Nota: Vice-Campeão Brasileiro (Série C) – 1997

Interestaduais

Torneio do Paraná – 1950
(2/07/50 Juventus 7 x 0 Operário de Apucarana-PR)

Torneio Jânio Quadros – 1953
(12/04/53 – Juventus 1 x 0 Portuguesa Santista-SP)

Torneio de Joinville – 1955
(16/05/55 – Juventus 0 x 0 Caxias de Joinville-SC)

Torneio Triangular Mineiro – 1955
(29/05/55 – Juventus 2 x 1 Uberlândia-MG)

Estaduais

Campeonato Paulista (2º Divisão) – 1929
(26/01/30 – Cotonifício Crespi 1 x 0 A.A. República)

Campeonato Paulista (2º Divisão – 2º Quadro) – 1927, 1928
(29/10/27 – Cotonifício Crespi 3 x 1 Voluntários da Pátria) e (21/10/28 – Cotonifício Crespi 3 x 0 A.A. Barra Funda)

Campeonato Paulista Amador – 1934 (invicto)
(02/09/34 – C.A. Fiorentino 5 x 3 Ponte Preta-SP)

Campeonato Estadual Amador – 1934 (invicto)
(28/10/34 – C.A. Fiorentino 3 x 1 Ferroviário de  Pindamonhangaba-SP)

Torneio de Inauguração do Pacaembu – 1940
(05/05/40 – Juventus 3 x 0 Portuguesa-SP)

Torneio Eliminatório Paulista (1ºDivisão) – 1961 (invicto)
(10/02/61 – Juventus 3 x 0 América de São José do Rio Preto-SP)

Torneio Paulistinha (Troféu Paulo Machado de Carvalho) – 1971
(12/12/1971 – Juventus 3 x 1 Noroeste-SP)

Torneio Início do Campeonato Paulista – 1986
(16/02/86 – Juventus (4) 0 x 0 (3) Santo André-SP  *** nos escanteios)

Campeonato Paulista (2º Divisão) – 2005
(26/06/2005 – Juventus 2 x 1 Noroeste-SP)

Copa Federação Paulista de Futebol – 2007
(25/11/2007 – Juventus 2 x 3 Linense-SP)

**** Nota:  A melhor posição do Juventus no Campeonato Paulista (1º Divisão) foi a terceira posição em 1932.

tacas_doadas

Conquistas e Glórias Esportivas. Isso é o Juventus da Mooca Querida, bello!

PS: Essas e outras histórias estão contidas no livro “Glórias de um Moleque Travesso”, de autoria de Angelo Eduardo Agarelli, Vicente Romano Neto e Fernando Razzo Galuppo.

Padrão