Sem categoria

PALMEIRAS

Alguns por quês que me motivam como associado e palmeirense a NÃO votar em Paulo de Almeida Nobre como presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras para o próximo biênio:

FUTEBOL
– Erros crasos na montagem do elenco: Caso Barcos, Caso Henrique, Caso Kardec;
– Contratos de longo periodo com jogadores de qualidade duvidosa: Caso Felipe Menezes, Weldinho, Bernardo por exemplo;
– Renovacões com Gilson Kleina, goleiro Bruno, por exemplo, que não tem condições técnicas de vestir a camisa do Palmeiras;
– Omissão de José Carlos Brunoro e Omar Feitosa nas decisões do departamento de futebol;
– Falta total de planejamento, número excessivo de contratações;

TORCIDA
– Alimentou richa entre os proprios palmeirenses, dividindo a torcida em nichos e segmentos;
– Durante quase toda a gestão praticou valores dos ingressos além do aceitável, afastando a torcida palmeirense dos estádios.
– Desrespeito ao sentimento do torcedor palmeirense.

PATROCÍNIO
– A falta de um patrocinio máster é a prova da ineficiência do departamento de marketing;

CLUBE
– Area social completamente abandonada;
– Aumento das mensalidades e sobretaxas desproporcionais aos serviços oferecidos;

ESPORTES AMADORES
– Fim de modalidades tradicionais, como o futsal adulto, onde o Palmeiras é um dos clubes de maior tradição e que acumula inúmeras glórias.
– Não traçou nenhum plano esportivo para desenvolver os esportes de alto desempenho no clube, tratando a questão com total desprezo.

POR TUDO ISSO, E MUITO MAIS, QUERO MUDANÇA!
POR TUDO ISSO, E MUITO MAIS. VAMOS DE PESCARMONA E BELLUZZO!

Padrão
Sem categoria

Palmeiras: um gigante também no basquete

Amigos do Basquetebol

Neste post trago um pouco da história de um dos gigantes do Basquetebol Brasileiro: a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Essa história nos é contada pelo jornalista e historiador Fernando Razzo Galuppo que tem o maior arquivo sobre o basquetebol alvi-verde. É uma história muito bonita repleta de fatos interessantes, títulos, grandes atletas e técnicos.

Vamos a ela.

O departamento de “bola ao cesto” da Sociedade Esportiva Palmeiras foi fundado em 1923, pelos associados Nicolino Spina e Estevam J. Stratta, os quais foram grandes pioneiros e mentores no desenvolvimento deste esporte, não apenas no seio do clube, mas em todo o país no início dos anos 20.

Este foi o segundo esporte coletivo a ser introduzido no clube, atrás apenas do futebol que já militava com grande prestígio no cenário esportivo.

No dia 24 de abril de 1924, a S.E. Palmeiras – que se chamava Palestra Itália – junto…

Ver o post original 979 mais palavras

Padrão
Sem categoria

Moleque empata e segue no Z-4

Na noite de quarta-feira (19), o Juventus empatou em 0 a 0 com a equipe do Tupã, em partida válida pelo Campeonato Paulista da Série A-3, em Alonso Carvalho Braga, em Tupã.

Com esse resultado, o Moleque Travesso segue na zona do rebaixamento, com 13 pontos ganhos, na 17º colocação.

O time da Mooca atuou com a seguinte formação: André Dias (G), Lucas Cezane (César Santiago), Maurício Carvalho, Cícero, Marcelo Santos, Lucas Pavone, Moisés (Diego Bife), Renatinho, Caique (Dudu Mineiro), Elvis, Fernandinho. Técnico: Luiz Carlos Ferreira.

A próxima partida da equipe grená acontece no domingo (23), às 10h, diante do Sertãozinho, no estádio Conde Rodolfo Crespi, na Rua Javari, na Mooca.

Padrão