Artes

Bloco dos i(n)diotas

A alegoria mais  vistosa e deslumbrante que entrou na avenida no primeiro dia do Carnaval Paulista foi o “politicamente correto”. Pelo menos no que diz respeito ao desfile da Escola de Samba Mancha Verde, maior torcida organizada da Sociedade Esportiva Palmeiras, realizado na noite de sexta-feira (9), no Anhembi, em São Paulo.

Pra variar, a pauta não era a justa e linda homenagem a Moacyr Bianchi, fundador e ex-presidente da entidade, falecido recentemente, a festa maravilhosa nas arquibancadas que contagiou a todos ou o espetáculo de cores e organização na avenida que emocionou aqueles que entendem do balacobaco.

Como tema a Mancha Verde usou as músicas do Fundo de Quintal e os 40 anos do grupo para falar da relação entre samba e amizade. O carro abre-alas fez referência ao bloco Cacique de Ramos, que deu origem ao Fundo de Quintal, e a rainha Viviane Araújo, há 12 anos à frente da bateria, personificava uma índia.

Isso tudo ficou em segundo plano para alguns veículos de imprensa. O questionamento sobre Vivivane foi racismo indígena! A rainha da bateria da Mancha Verde foi perguntada se achava correto se “vestir” de índio. “Minha fantasia tem todo contexto, represento o Cacique. É uma linda homenagem”, afirmou Vivi, com tamanha elegância.

A pergunta e a polêmica são débeis e sem propósito algum. O carnaval por si só já é uma festa secular em nossa terra tupiniquim (e no mundo) de inversão geral das regras cotidianas. Nessa manifestação há um sentimento de mimetização, sarcasmo, ironia, caricatura, contestação e celebração.

De repente, o conceito yankee do “politicamente correto”, introjetado na cabeça de uma certa parcela do nosso povo por algumas correntes de pensamento, querem redefinir nossa livre expressão e ditar como devemos ou não nos “fantasiar” e “celebrar”!

Esse azedume que toma conta da alma desses “engajadões de plantão” tem serventia para o pós meio-dia da quarta-feira de cinzas. Antes, caíamos na folia nos quatro dias da festa pagã do jeito que quisermos e bem entendermos.

Porque se a moda pega, rei momo gordo será bullying, homem que se vestir de mulher será homofobia, Ala das Baianas será ofensa ao povo nordestino, Ala das Crianças será apologia a pedofilia, Velha Guarda será enquadrada como maltratado aos idosos, Apoios dos carros alegóricos serão desginados como trabalho forçado, Barulho da bateria será  punido pela lei do silêncio e os destaques seminus atentado ao pudor!

Mais uma vez tentam usar a fantasia de palhaço para aparecem às custas do Palmeiras e sua torcida!

Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão

Quanto riso, oh, quanta alegria!
Mais de mil palhaços no salão
Arlequim está chorando
Pelo amor da Colombina
No meio da multidão

Foi bom te ver outra vez
Tá fazendo um ano
Foi no carnaval que passou
Eu sou aquele Pierrô
Que te abraçou e te beijou, meu amor

Na mesma máscara negra
Que esconde o teu rosto
Eu quero matar a saudade
Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval

Vou beijar-te agora
Não me leve a mal
Hoje é carnaval

mancha-verde-132a7494-fabio-tito-g1

Viviane Araújo rainha da bateria da Escola de Samba Mancha Verde

Anúncios
Padrão
Artes

Vila Buarque em livro

LANÇAMENTO DO LIVRO: “Vila Buarque, o caldo da regressão”

28/Nov/2017, à partir das 19h (Terça-Feira)

Local: TAPERA TAPERÁ (Galeria Metrópole, av. São Luís, 187, 2o piso)

 

“Vila Buarque, o caldo da regressão”, do jornalista  Marcos Gama, conta sobre o processo em que o Brasil, desde os anos 50, vinha num razoável crescimento cultural e político. O golpe de 64, com toda a perseguição doentia ao pensamento livre, e violência física aos opositores, não conseguiu estancar de imediato estes avanços. O homem com sabedoria, acuado, cresceu na sua produção, e até 68, esta criatividade incomodou os militares no poder.

Subservientes a inteligência norte-americana, os golpistas recusaram as energias positivas que elevavam o debate do país. Optaram servir aos donos de velhos e desonestos privilégios, e exercer um poder macabro, que só fomentou a violência. Criaram cartilhas e mecanismos repressivos a tudo que não servisse a essas perversas e carcomidas elites nacionais. Conivente, uma imprensa escrita, censurada, estranhamente demorou a acordar. Diferente da oligarca televisão, que se auto-censurava. Assim, gestaram o AI-5 e o decreto-lei 477, guilhotinas em cabeças essenciais a formação honesta da nação. Um estancamento histórico que só alimentou a bolha da safadeza e do cinismo nacional.

E quando a Casa Grande divisou que a bolha ia explodir, rolou-a para a senzala, aproveitando que ela se articulava pela primeira vez no poder. Assim, os pecadilhos dos desafortunados foram baralhados aos dos grandes arquitetos do nosso universo aristocrático, de ruralistas a banqueiros. As “ações” entre irmãos cresceram no combate a perigosa inclusão social, e os novos bispos-magnatas, para “salvar” os incautos, e aumentar o livre trânsito em favelas e cadeias, vão ignorando os fornecedores de drogas às carcomidas elites. Perversidades e contra-sensos desprezados nesse espetáculo hipócrita das delações seletivas, e na massacrante manipulação midiática.

Sobreviventes dessa repressão, velhos amigos, fortuita e inusitadamente se encontram no centro de São Paulo e resolvem voltar a Vila Buarque, região marcante entre 64/68. Sentem a decadência dolosa da cidade, e provam o que foi o caldo da regressão.

MARCOS GAMA é jornalista e delegado de polícia. Foi morador da Vila Buarque nos anos 1960 e tem longa militância política, tendo sido, diversas vezes, diretor da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo. Foi professor de Relações Humanas da Acadepol. É autor do livro de crônicas Nação Inversa (Mania de Livros). Vila Buarque é seu primeiro romance.

 

IMG-20171118-WA0029
(Capa de Gilberto Maringoni)
Padrão
Artes, Italianidade

Curso de Italiano

Para quem se interessa pela língua italiana, segue a dica abaixo, que a querida amiga Francesca Cricelli nos indica:
O café literário “Hussardos”, um dos pontos mais underground e badalados para a literatura e poesia em São Paulo, promove um curso de língua italiana.
Haverá um desconto de 20% para os cinco (5) primeiros inscritos.
O pagamento poderá ser feito em dinheiro, cheque ou cartão, tudo em duas vezes.
Será possível também abrir alguma outra turma em outro horário, mas para isto precisamos receber solicitações por e-mail.
Respondam a este endereço de e-mail ou ao hussardos@gmail.com
 curso italiano
Padrão
Artes, Esportes

História do Futebol

Biblioteca Mário de Andrade inaugura selo editorial com o lançamento de Primeiros passes – Documentos para a história do futebol em São Paulo, de Wilson Gambeta

No dia 7 de julho, às 19 horas, a Biblioteca Mário de Andrade lança o primeiro livro com o selo Biblioteca Mário de Andrade Edições, em uma iniciativa que busca tornar acessível a um público mais amplo o catálogo de obras raras da maior biblioteca pública de São Paulo – e segunda maior do país.

Com organização de Wilson Gambeta e textos de Hans Nobiling, Luiz Fonseca, Antonio Figueiredo e Mario Cardim, a publicação de estreia do selo – e também primeiro livro da Edições Ludens –, Primeiros passes:  Documentos para a história do futebol em São Paulo (1897-1918), reúne, em formato fac-símile, quatro obras históricas, esgotadas há décadas, que, juntas, formam um importante panorama do futebol paulista de meados do século XX.

A primeira delas, Primórdios de dados históricos da implantação do futebol em São Paulo, publicada pela primeira vez em 1937, é o relato memorialístico do imigrante alemão Hans Nobiling, um texto curto e esclarecedor sobre os anos iniciais do futebol em São Paulo, até 1900. Ao lado de outros nomes importantes da história do futebol nacional, como Charles Miller, Arthur Ravache e Armando Prado, Nobiling também foi um grande articulador de clubes, times e campeonatos.

O segundo documento, Guia de football, de 1906, de Mario Cardim e Luiz Fonseca, traz um cenário diferente. Na época, o esporte havia se transformado em espetáculo para o público, e percebia-se o entusiasmo dos torcedores. O Guia, folheto praticamente dirigido a fãs, reúne informações básicas para quem quer acompanhar um torneio: regras do jogo, regulamentos de campeonatos e principais jogadas. Ou seja, é o antecessor dos pequenos manuais de campeonatos que até hoje circulam.

O resumo histórico do Club Athlético é um folheto institucional em comemoração à inauguração da nova sede do clube, no Jardim América, em 1917. A agremiação vivia maus momentos e o folheto tinha como objetivo não só publicar um memorial que marcasse a conclusão das obras, mas também atrair novos contribuintes para sustentar as finanças do clube. A obra talvez seja um dos mais antigos registros de um gênero textual muito comum nos dias de hoje: a narrativa histórica inspirada em crônicas esportivas. É um relato de partidas e campeonatos, vitórias e derrotas que marcaram a história do clube.

A obra que encerra a seleção, História do football em São Paulo, publicada em 1918 pelo jornalista Antonio Figueiredo, foi a que primeiro abordou esse tema. Raríssimos exemplares circulam hoje em dia, nas mãos de colecionadores. Trata-se de uma crônica esportiva nas fronteiras entre jornalismo, historiografia e ficção literária. Apesar da abrangência do título, Figueiredo focou a narrativa no campeonato da capital, não citando as disputas interioranas. O recorte elitista transformou-se em padrão para outras obras sobre o tema do mesmo período, e o livro tornou-se uma espécie de “história oficial” do futebol para as duas primeiras décadas do século XX.

 

Primeiros passes – Documentos para a história do futebol em São Paulo (1897-1918) Organizador: Wilson Gambeta

Editoras: Biblioteca Mário de Andrade Edições e Edições Ludens

Páginas: 448

ISBN: 978-85-68146-00-2

Valor: R$ 60,00

 

Lançamento dia 07/07, segunda-feira, a partir das 19h

Biblioteca Mário de Andrade

Rua da Consolação, 94 – Centro – São Paulo – SP

(Metrô – estação Anhangabaú ou República)

Telefone: 11. 3775 0002

bma@prefeitura.sp.gov.br / http://www.bma.sp.gov.br

Padrão
Artes, Esportes, Italianidade

Futebol e Cinema

CICLO DE CINEMA ITALIANO

O FUTEBOL SOB O OLHAR DO CINEMA

Cinema e bate-papo gratuitos com Antonio Careca e Gerardo Landulfo

Instituto Italiano de Cultura exibe curta-metragem sobre Mazzola, ex-atacante ítalo-brasileiro, e abre conversa com o ex-jogador e apresentador Careca, sob mediação de Gerardo Landulfo, no dia 3 de julho, às 19h.

Na próxima quinta-feira, 3 de julho, o Instituto Italiano de Cultura realiza uma edição especial do seu Ciclo de Cinema Italiano, batizado de O Futebol sob o Olhar do Cinema. Aberto ao público e com entrada franca, a partir das 19h será exibido o curta-metragem “José Altafini – Alegria no Futebol” (25’), dirigido por Claudia Garrocini, e em seguida abre-se um bate papo informal com o ex-jogador e comentarista Antônio Careca, mediado pelo jornalista esportivo Gerardo Landulfo.

O curta-metragem conta a história de José Altafini, atacante ítalo-brasileiro, mais conhecido no Brasil como “Mazzola”, devido à sua semelhança com o jogador de futebol do Turim. Jogou na Seleção de Futebol do Brasil, campeão mundial em 1958 e, no mesmo ano, foi contratado pelo Milan. Por ocasião do Campeonato Mundial de Futebol de 1962, vestiu a camisa da seleção italiana.

Após a projeção, Antônio de Oliveira Filho, mais conhecido como Careca, considerado um dos atacantes mais populares do mundo nos anos de 1980-1990 abre debate mediado pelo jornalista Gerardo Landulfo.

Sobre o filme

Dirigido por Claudia Garrocini, o curta documentário “José Altafini – Alegria no Futebol” mostra uma parte da história do ex-atacante ítalo-brasileiro José João Altafini, filho de imigrantes italianos nascido em Piracicaba – SP no dia 24 de julho de 1938. O documentário de Claudia Garrocini tem um olhar poético sobre o futebol que ultrapassou os campos e atravessou o oceano. Para a história de Altafini, a diretora recorre a registros pessoais, arquivos e entrevista personalidades como: Flávio Prado, Mimo Carrateli, Mário Travaglini, entre outros amigos que são unânimes quanto ao caráter e alegria do ex- jogador. Mostra ainda a cidade de Torino, onde vive hoje Altafini, e conduz a esta história que vai além do futebol.

CICLO DE CINEMA ITALIANO

Horário: 20h

Local: Salão do Instituto Italiano de Cultura – Avenida Higienópolis, 436.
Telefone: (11) 3660 8888
Entrada franca

Padrão
Artes, Esportes, Italianidade

Juventus volta a sonhar

A vitória do Juventus diante do São Carlos pelo placar de 1 a 0, na tarde de quarta-feira (26), no estádio Conde Rodolfo Crespi, pelo Campeonato Paulista da Série A-3, renovou as esperanças juventinas na competição!

O Moleque Travesso, agora, está a apenas três pontos da zona de classificação, restando quatro rodadas para o final.

Na próxima rodada, sábado (29), o desafio mais difícil, diante do Água Santa de Diadema, fora de casa. Depois, o time da Mooca terá pela frente o confronto contra a Inter de Limeira, na Rua Javari. Guaçuano, em Mogi Guaçu, e Cotia em casa encerram a trajetória grená na primeira fase.

Se vencer a partida contra o Água Santa e contar com uma combinação de resultados, o Juventus já alcançará a zona de classificação na próxima rodada.

Dois destaques positivos na partida contra o São Carlos. A atuação do goleiro André Dias, que fez milagres. E o “talismã” Renato Sorrisso, sempre marcando gols importantes e decisivos.  O atacante, por sinal, marcou o seu 10º gol com a camisa grená, sendo o segundo maior artilheiro juventino nos últimos três anos, atrás apenas de Rafael Magalhães com 11 gols marcados no período e igualando a marca de Tony Maraial com 10 gols.

SPAZIO ITÁLIA DE GASTRONOMIA

A Food Hospitality World em parceria com a ITALCAM organiza o “Spazio Itália Gastronômico” que acontecerá de 9 a 11 de abril, das 13h às 20h30, no Transamérica Expo Center, São Paulo e contará com a participação de chef´s renomados da gastronomia italiana preparando pratos com produtos italianos para a degustação dos participantes.

O Food Hospitality World é a Feira Profissional de Alimentação e Hospitalidade, união das feiras TuttoFood e HOST, eventos bienais, que acontecem em Milão/Itália e estão entre as mais tradicionais feiras dos setores de Bares, Restaurantes e Hotelaria do mundo.

Esta é uma oportunidade única de encontrar-se com mais de 3.000 potenciais compradores – donos de hotéis, restaurantes, pizzarias, gelaterias, bares, gerentes de A&B. E mais a valorização de seus produtos na preparação dos pratos pelos chef´s do Spazio Itália .

EVENTOS DO MÊS DE ABRIL NO ISTITUTO ITALIANO DE CULTURA  

Data: 01/04 Terça-feira às 19h00 até 21/04, segunda-feira.
Local: Salão do IIC – Av. Higienópolis nº426
Evento: Inauguração da Exposição individual Angela Occhipinti.  Uma seleção de gravuras da artista e professora italiana ilustram sua constante pesquisa de técnicas e materiais no campo da gravura.

Data: 02/04 Quarta-feira às 12h00
Local: IED – Instituto Europeu de Design – Rua Maranhão, 617
Evento: Palestra com a Professora e artista Angela Occhipinti “De Bramante ao Made in Italy”

Data: 03/04, 09/04 e 24/04 às 19h00
Local: Salão do IIC – Av. Higienópolis nº426
Evento: Ciclo de cinema Italiano no ISTITUTO.

Data: 10/04 Quinta-feira às 19h00
Local: Salão do IIC – Av. Higienópolis nº426
Evento: Bate-papo com barítono Ambrogio Maestri “Ópera e gastronomia”

Data: 14/04 Segunda-feira às 18h30 (CONFIRMAR) até 27/04 Domingo
Local: Cine Livraria Cultura – Av. Paulista, 2073
CINUSP – Rua Do Anfiteatro, 181 – Colméia, Favo 04 – Butantã.  Cine Maria Antônia – Rua Maria Antônia, 294 – Consolação
Evento: Inauguração Festival internacional de cinema antropológico CONTROSGUARDI. Projeções dias 15 e 16/04 das 17hs às 21hs

Data: 15/04 Terça-feira às 19h00 até 26/04 Sábado
Local: Conjunto Nacional – Av. Paulista nº2073
Evento: Inauguração Mostra fotográfica sobre os índios Kayapós – Xikrins.

Data: 16/04 Quarta-feira às 19h00
Local: Salão do IIC – Av. Higienópolis nº426
Evento: Palestra do livro “Entretempos” com o lusitanista Prof. Ettore Finazzi Agrò.

Data: 22/04 Terça-feira às 15h00
Local: Salão do IIC – Av. Higienópolis nº426
Evento: Palestra do Prof. Andrea F. Ravenda “Ingressos indecifráveis: a dimensão biopolítica das migrações na Itália”

Data: 23/04 Quarta-feira às 19h00 até 23/05 Sexta-feira
Local: Salão do IIC – Av. Higienópolis nº426
Evento: Inauguração Mostra fotográfica de Giovanni de Angelis “Water Drops”.

Data: 23/04 Segunda-feira às 20h00
Local: USP – Centro universitário Maria Antônia – Rua Maria Antônia, 258 e 294
Evento: Palestra LITERATURA: Prof. Alfonso Berardinelli e prof. Luiz Dulci

Data: 24/04 Terça-feira às 20h00
Local: USP – Centro universitário Maria Antônia – Rua Maria Antônia, 258 e 294
Evento: Palestra LITERATURA: Prof. A. Berardinelli e Manuel da Costa Pinto.

Data: 28/04 Segunda-feira às 20h30
Local: Centro da Cultura Judaica – R. Oscar Freire nº2500
Evento: GIORNATA DELLA MEMORIA: projeção do filme ‘IL NEMICO FRATERNO” e comentários ao filme da pesquisadora Marilia Levi Freidenson

Data: 29/04 Terça-feira às 11h00
Local: Scuola Eugênio Montale – Rua José Domingos de Amorim, 75 – Paraíso do Morumbi
Evento: Palestra do Prof. Gabriele Paparo (CNR) “O homem e o ambiente”

Data: 29/04 Terça-feira às 20h00
Local: Clube Athletico Paulistano – Boate. Rua Honduras, 1400 – Jd. América
Evento: Palestra do Prof. Gabriele Paparo (CNR) “O homem e o ambiente”

EXPOSIÇÃO NA CASA DE PORTUGAL

Exposição de arte “Tanto Mar” comemora o Descobrimento do Brasil, na Galeria da Casa de Portugal, em São Paulo, com curadoria de Maria dos Anjos Oliveira, a partir de 3 de abril, com entrada franca. Confira e prestigie.

Local: Galeria da Casa de Portugal
Abertura: 3 de Abril
Horário: a partir das 19 horas
Duração: de 4 a 30 de Abril das 10h às 17h,  de segunda a sexta feira

LIVRO SOBRE MÚSICO POPULAR É LANÇADO NO CLUBE PORTUGUÊS

O Departamento Cultural do Clube Português de São Paulo convida para a sessão de autógrafos do livro “Garoto, o Gênio das Cordas”, sábado (29), às 15 horas, no Clube Português, na Rua Turiassu, na Pompéia.

Resumo do Livro:

Aníbal Augusto Sardinha, o Garoto, deixou um vasto legado de peças musicais, mas, passados 50 anos de sua morte, a grandiosidade de seu talento não é proporcional ao público que o conhece. Esta obra apresenta a trajetória desse instrumentista, que, autodidata, gravou seu primeiro disco aos 15 anos. Percorremos o mundo de Garoto por meio de amigos músicos, que nos contam histórias, muitas delas inusitadas, além de fotos memoráveis e partituras com suas melodias de maior destaque. A obra, que nos permite compreender um pouco mais da criatividade e habilidade técnica de Garoto, acompanha um CD de música, com nove canções. O livro foi idealizado e organizado por Mário Albanese, maestro, professor de música, advogado, jornalista e membro catedrático da Academia Internacional de Música (AIM), entre outras instituições. Como compositor, criou o Jequibau, um ritmo e gênero da música brasileira que antecipou a bossa nova.

Padrão
Artes, Italianidade

Cinema Italiano Gratuito

Na terça-feira (13), às 19h, o Istituto Italiano di Cultura de São Paulo apresenta o Ciclo de Cinema Italiano, com a apresentação do filme “Lezioni di Volo”, da diretora italiana Francesca Archibugi.

Local: Salão do Instituto Italiano de Cultura – AVENIDA HIGIENÓPOLIS, 436

Organizado por: Instituto Italiano de Cultura de São Paulo e Giovani Comites

Entrada franca

Visite o site do Istituto Italiano di Cultura e confira toda a programação de eventos: http://www.iicsanpaolo.esteri.it/IIC_Sanpaolo

CULTURA ÁRABE NO CONJUNTO NACIONAL

Exposições e exibições de curtas metragens sobre a cultura árabe movimentam o Conjunto Nacional, em São Paulo. Promovida pela BibliASPA – Biblioteca e Centro de Pesquisa América do Sul Países Árabes, o V Festival Sul-Americano da Cultura Árabe está em cartaz até sábado (8), no Espaço Cultural do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, 2073.

Prestigie. A entrada é gratuita.

LIVRO RETRATA VIDA DE CINEASTA BRASILEIRO

Dando sequência ao aniversário de 80 anos da API (Associação Paulista de Imprensa), haverá a noite de autógrafos do livro “O Coringa do Cinema”, do autor Matheus Trunk, publicado pela editora Giostri. A obra é a biografia do cineasta Virgílio Roveda, presidente do conselho deliberativo da API. O evento irá ocorrer no dia 20 de março (quinta-feira) no restaurante da API (rua Álvares Machado, 26, centro), das 19h às 22h. Prestigie e compareça!

CARNAVAL NO CLUBE PORTUGUÊS

No domingo, 9 de março, às 17 horas, o Clube Português vai comemorar o Carnaval de 2014. A animação ficará a cargo do trio formado pelos músicos Ciça Marinho, Sérgio Borges e e Adriano Brusko.

Aberto ao público de todas as idades. Entrada gratuita!

Rua Turiassú, 59

Telefone: (11) 3663-5953

EVENTO DISCUTE FUTEBOL EM SÃO PAULO

A ABEX Futebol (Associação Brasileira dos Executivos de Futebol) fará seu primeiro evento do ano de 2014 no dia 17 de março. O encontro acontece no Salão Nobre da Federação Paulista de Futebol, na Rua Federação Paulista de Futebol, número 55.

Cronograma do evento:

08h45 – Credenciamento dos Participantes;

09h15 – Aula presencial do II Curso de Gestão Técnica do Futebol Universidade do Futebol/ABEX – 1ª parte;

10h45 – Aula presencial do II Curso de Gestão Técnica do Futebol Universidade do Futebol/ABEX – 2ª parte;

13h00 – Intervalo para almoço;

14h30 – Apresentação da Ponnta Sport & Business Softwares de Gestão para o Futebol (Sr. Carlos Brazil);

15h45 – Debate sobre o momento atual da relação Clubes de Futebol x Torcidas Organizadas, com os debatedores Paulo Sérgio de Castilho e Luiz Roberto Martins Castro.

16h30 – Perguntas aos debatedores;

17h00 – Discussão sobre a regionalização do acordo dos clubes no que diz respeito ao direito da indenização sobre a formação (Sr. Fabio Barrozo);

18h00 – Assuntos Gerais.

18h30 – Encerramento.

19h00 – Reunião da diretoria da ABEX.

CIRCO SPACIAL AGITA ZONA NORTE

O consagrado espetáculo “A História do Circo” fica em cartaz até o dia 30 de março, na zona norte de São Paulo. E para pontuar o “Dia do Circo”, na quinta-feira, dia 27 de março, às 14h30, a trupe realiza uma sessão especial para escolas, que inclui um bate-papo com os palhaços e as crianças. Às 20h30, o Spacial abre suas portas para a  Fundação Cafu, numa sessão beneficente.

Travessa Simis, n. 300 c/Av. Moises Rooysen (ao lado do Carrefour do Center Norte) – SP

PAÇO DAS ARTES TRAZ MOSTRA SOBRE A ÁFRICA

O Paço das Artes inaugura no dia 8 de março (sábado), às 16h, a mostra K_, projeto artístico de César Meneghetti. A entrada é gratuita e livre.

Na ocasião, haverá uma mesa-redonda sobre arte e processos transnacionais África/Brasil nas experiências de César Meneghetti, Solange Farkas, curadora e diretora da Associação Cultural Videobrasil, e Marie Ange Bordas, artista visual, escritora e educadora. A mediação será feita pela diretora técnica e curadora do Paço das Artes, Priscila Arantes.

Local: Av. da Universidade 1, Cidade Universitária
Telefone:  (11) 3814 4832

LIVRO CONTA A HISTÓRIA DOS GRANDES CLÁSSICOS

O livro “Clássicos do Futebol Brasileiro”, escrito por Marcelo Unti em parceria com José Renato Santiago será lançado no dia 13 de março, a partir das 19h, no Bar São Cristovão, na Rua Aspicuelta, 533, na Vila Madalena, em São Paulo.

Padrão