Esportes

100 vezes Palmeiras

O Campeonato Paulista de 2016 terá um sabor especial para a Sociedade Esportiva Palmeiras. Essa será a centésima vez que o clube alviverde disputará o tradicional torneio.

De 1916 até os dias atuais, o Verdão participou de todas as disputas ininterruptamente, ficando de fora apenas em 2002, quando a Federação Paulista de Futebol organizou a competição sem a participação dos grandes clubes do Estado.

São 22 títulos conquistados (sendo três invictos) e 24 vice-campeonatos, além de ser o dono do melhor desempenho na época do amadorismo (em 1932) e no profissionalismo (em 1996).

Tradição que revelou craques, treinadores, ídolos e heróis. Competição que construiu rivalidades eternas e que massificou o esporte bretão no coração do povo. Isso é o Paulistão. A mais apaixonante competição regional do país do futebol!

Os 25 jogadores inscritos para o Campeonato Paulista 2016 são:

Goleiros: Fernando Prass, Vagner e Vinicius Silvestre
Laterais: Lucas, João Pedro, Zé Roberto e Egídio
Zagueiros: Edu Dracena, Leandro Almeida, Roger Carvalho, Vitor Hugo e Thiago Martins
Volantes: Arouca, Jean, Matheus Sales e Thiago Santos
Meias: Allione, Régis e Robinho
Atacantes: Dudu, Alecsandro, Erik, Cristaldo, Gabriel Jesus e Lucas Barrios

Confira a trajetória palestrina-palmeirense na história do estadual:

Marcas e Recordes

Maior Público como mandante: 123.318 pagantes, em 15/10/1978 Palmeiras 2×0 Santos, no estádio do Morumbi

Primeiro gol marcado na competição: Radamés Gobbato, em 13/5/1916

Primeiro jogo na competição: 13/5/1916 Palestra Itália 1×1 Mackenzie, no campo da Chacará da Floresta

Maior Goleada a favor: 8/8/1920 Palestra Itália 11×0 Internacional

Maior Goleada contra: 26/3/1939 Palestra Itália 0x6 São Paulo

Estádio que mais atuou: Palestra Itália – 836 vezes

Quantos adversários enfrentou: 92 clubes diferentes

Time que mais enfrentou: Sport Club Corinthians Paulista – 206 vezes

Atleta que mais vezes foi campeão: Junqueira (7 vezes)

Maior Artilheiro: Heitor Marcelino Domingues – 185 gols marcados, em 16 temporadas

Quem mais jogou: Ademir da Guia – 373 jogos disputados, em 15 temporadas

Técnico que mais vezes foi campeão: Oswaldo Brandão e Vanderlei Luxemburgo (4 vezes cada)

Números no estádio Palestra Itália

Jogos: 836
Vitórias: 601
Empates: 153
Derrotas: 82
Gols Pró: 2108
Gols Contra: 720

Números Gerais

Jogos: 2423
Vitórias: 1362
Empates: 589
Derrotas: 472
Gols Pró: 4855
Gols Contra: 2556

Artilheiros

Heitor – 1926
Heitor – 1928
Romeu Pelliciari – 1932
Romeu Pelliciari – 1934
Humberto Tozzi – 1953
Humberto Tozzi – 1954
César Lemos – 1971
Evair – 1994
Vágner Love – 2004
Alex Mineiro – 2008

Campeões

Paulista 1920

Primo (G), Bianco (capitão), Oscar, Bertolini, Picagli, Severino, Matteo Forte, Ministro, Heitor, Augusto Federici , Martinelli. Técnico: Giuseppe Roberti e Frediano De Lucca

Jogo do título: 19/12/1920 Palestra Itália 2×1 Paulistano

Paulista 1926 – Invicto

Primo (G), Bianco, Loschiavo, Xingó, Amílcar, Serafini, Mathias, Carrone, Heitor, Imparato II, Mele. Técnico: Renzo Mangiande

Jogo do título: 5/9/1926 Palestra Itália 7×1 Sílex

Paulista 1927

Augusto Perth (G), Bianco, Miguel Pascoarelli, Xingó, Gogliardo, Serafini, Tedesco, Heitor, Armandinho,  Lara, Miguel Feite. Técnico: Amílcar Barbuy

Jogo do título: 4/3/1928 Palestra Itália 3×2 Santos

Paulista 1932 – Invicto

Nascimento (G), Loschiavo, Junqueira, Tunga, Gogliardo, Adolpho, Avelino, Sandro, Romeu Pelliciari, Lara, Imparato. Técnico: Humberto Cabelli

Jogo do título: 11/12/1932 Palestra Itália 8×0 Santos

Paulista 1933

Nascimento (G), Carnera, Junqueira, Tunga, Dula, Tuffy, Avelino, Gabardo, Romeu Pelliciari, Lara, Imparato. Técnico: Humberto Cabelli

Jogo do título: 12/11/1933 Palestra Itália 1×0 São Paulo da Floresta

Paulista 1934

Aymoré Moreira (G), Carnera, Junqueira,  Zezé Moreira, Dula, Tuffy, Alvaro, Gabardo, Romeu Pelliciari (Gutierrez), Lara, Vicente. Técnico: Humberto Cabelli

Jogo do título: 26/8/1934 Palestra Itália 3×1 Paulista

Paulista 1936

Jurandyr (G), Carnera, Begliomini (Junqueira), Tunga, Dula, Del Nero, Frederico, Luizinho Mesquita, Moacyr, Niginho, Mathias. Técnico: Ventura Cambon

Jogo do título: 9/5/1937 Palestra Itália 2×1 Corinthians

Paulista 1940

Gijo (G), Carnera, Junqueira, Garro, Oliveira, Del Nero, Luisinho Mesquita, Canhoto, Echevarrieta, Lima, Pipi. Técnico: Caetano De Domenico

Jogo do título: 8/12/1940 Palestra Itália 4×1 São Paulo

Paulista 1942

Oberdan (G), Junqueira, Begliomini, Zezé Procopio, Og Moreira, Del Nero, Cláudio, Waldemar Fiúme, Villadoniga, Echevarrieta, Lima. Técnico: Armando Del Debbio

Jogo do título: 20/9/1942 Palmeiras 3×1 São Paulo

Paulista 1944  

Oberdan (G), Caieira, Junqueira, Og Moreira, Waldemar Fiúme, Gengo, Gonzales, Lima, Caxambú, Villadoniga, Jorginho. Técnico: Armando Del Débbio

Jogo do título: 17/9/1934 Palmeiras 3×1 São Paulo

Paulista 1947

Oberdan (G), Caieira, Turcão, Zezé Procópio, Túlio, Waldemar Fiúme (Gengo), Lula, Arturzinho, Osvaldinho (Bóvio), Lima, Canhotinho. Técnico: Oswaldo Brandão

Jogo do título: 28/12/1947 Palmeiras 2×1 Santos

Paulista 1950  

Oberdan (G), Turcão, Oswaldo, Waldemar Fiúme, Luiz Villa, Sarno, Lima, Canhotinho, Aquiles, Jair Rosa Pinto, Rodrigues. Técnico: Ventura Cambon

Jogo do título: 28/1/1951 Palmeiras 1×1 São Paulo

Paulista 1959  

Valdir de Moraes (G), Djalma Santos, Valdemar Carabina, Aldemar, Geraldo Scotto, Zequinha, Julinho, Américo, Nardo, Chinesinho, Romeiro. Técnico: Oswaldo Brandão

Jogo do título: 10/1/1960 Palmeiras 2×1 Santos

Paulista 1963

Picasso (G), Djalma Santos, Vicente, Zequinha, Valdemar Carabina, Julinho, Servílio, Vavá, Ademir da Guia, Gildo. Técnico: Silvio Pirilo

Jogo do título: 11/12/1963 Palmeiras 3×0 Noroeste

Paulista 1966  

Valdir de Moraes (G), Djalma Santos, Djalma Dias, Minuca, Ferrari, Zequinha, Ademir da Guia, Gallardo, Ademar Pantera, Servilio, Rinaldo. Técnico: Mário Travaglini

Jogo do título: 7/12/1966 Palmeiras 5×1 Comercial de Ribeirão Preto-SP

Paulista 1972 – Invicto

Leão (G), Eurico, Luis Pereira, Alfredo, Zeca, Dudu (Madurga), Ademir da Guia, Edu (Fedato), Leivinha, César, Nei.
Técnico: Oswaldo Brandão

Jogo do título: 3/9/1972 Palmeiras 0x0 São Paulo

Paulista 1974  

Leão (G), Jair Gonçalves, Luis Pereira, Alfredo, Zeca, Dudu, Ademir da Guia, Edu, Leivinha, Ronaldo, Nei. Técnico: Oswaldo Brandão

Jogo do título: 22/12/1974 Palmeiras 1×0 Corinthians

Paulista 1976  

Leão (G), Valdir, Samuel, Arouca, Ricardo, Pires, Edu, Jorge Mendonça, Ademir da Guia, Toninho, Nei. Técnico: Dudu

Jogo do título: 18/8/1976 Palmeiras 1×0 Xv de Piracicaba

Paulista 1993  

Sérgio (G), Mazinho, Antonio Carlos, Tonhão, Roberto Carlos, César Sampaio, Daniel Frasson, Edilson (Jean Carlo), Zinho, Edmundo, Evair (Alexandre Rosa). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Jogo do título: 12/6/1993 Palmeiras 4×0 Corinthians

Paulista 1994

Fernandez (G), Claudio, César Sampaio, Cléber, Roberto Carlos, Amaral, Mazinho (Jean Carlo), Rincón, Macula, Edilson, Evair (Sorato). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Jogo do título: 12/5/1994 Palmeiras 1×0 Santo André

Paulista 1996

Velloso (G), Cafu, Sandro, Cléber (Claúdio), Júnior (Elivélton), Amaral (Marquinhos), Galeano, Djalminha, Rivaldo, Muller, Luizão. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Jogo do título: 2/6/1996 Palmeiras 2×0 Santos

Paulista 2008

Marcos (G) (Diego Cavalieri (G)), Elder Granja, Gustavo, Henrique, Pierre, Leandro, Diego Souza, Martinez, Alex Mineiro (Lenny), Valdivia, Kleber (Denilson). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Jogo do título: 4/5/2008 Palmeiras 5×0 Ponte Preta

periquito

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “100 vezes Palmeiras

  1. Óscar Castillo disse:

    Olá, Fernando. Tudo bem? Admiro seu trabalho, tenho todos seus livros sobre o Palmeiras, mas venho cá com uma dúvida: esses números são de pesquisas suas? Pelos dados do “Almanaque do Palmeiras” (Unzelte & Venditti), Heitor teria marcado 165 gols em 189 jogos de Paulista nos campeonatos de 1917 a 1931. Se fosse possível, e se não fosse um incômodo para você, gostaria de receber a resposta por e-mail, para, talvez, aprofundar o assunto. Um abraço. Óscar Castillo (oacastillo@gmail.com)

    • Oscar, muito obrigado pelo seu carinho e pelas suas palavras… Os números que divulguei não são baseados no Almanaque do Palmeiras. São fruto das minhas próprias pesquisas. O almanaque é uma grande obra, mas tem muitas imperfeições. Abracos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s